IRÃ “o pulmão do islã” 71 milhões de habitantes 99% islâmicos



Download 72.5 Kb.
Sana28.02.2017
Hajmi72.5 Kb.

IRà “O PULMÃO DO ISLÔ




  • 71 milhões de habitantes

  • 99% islâmicos (ou muçulmanos)

  • 90% xiitas, 9% sunitas

  • Localizado no sudoeste asiático, entre o Iraque, a oeste, e o Afeganistão e o Paquistão, a leste, o Irã é banhado pelo golfo de Omã, pelo golfo Pérsico.

  • Pelo mar Cáspio ao norte.

  • Com uma área de 1 648 000 quilômetros quadrados, o Irã é o décimo - sexto maior país do mundo em território, o que equivale aproximadamente à área do estado do Amazonas.

  • O país é muito vulnerável a terremotos, principalmente no sul.




22/02/2005 - 09h03 terremoto no Irã deixa 270 mortos e cerca de mil feridos

  • Um terremoto de 6,4 graus na escala Richter nesta terça-feira causou a morte de ao menos 270 pessoas e feriu cerca de mil no Irã.

  • O epicentro atingiu Zarand, na província de Kerman, mesma região da cidade histórica de Bam, que em 2003 foi abalada pelo pior terremoto da história do país, matando 26 mil pessoas e ferindo 30 mil.

RELEVO




  • Na região centro e oeste encontram-se dois desertos, o Dasht-e-kavir e o Dasht-e-lut.

  • No primeiro formam-se alguns pântanos durante o inverno e a primavera, mas ambos são inóspitos e despovoados.

  • No norte, em paralelo com o mar Cáspio, estão as montanhas Elburz, que possuem vários vulcões ativos.

  • Os grandes rios do Irã são o Karun, o Atrak.

  • O maior lago iraniano é o lago Urmia, situado no noroeste do país, o oeste do mar Cáspio.

  • Cobre uma área que varia entre os 5 200 e 6 000 m² e caracteriza-se pela extrema salinidade das suas águas, sendo também o maior lago do médio oriente.




ELEIÇÃO PRESIDENCIAL EM 12 DE JUNHO DE 2009




  • Mahmoud Ahmadinejad é reeleito com aproximadamente 62% dos votos

  • O candidato Mir Hossein Mousavi não aceita o resultado e alega fraude

  • Ocorrem vários protestos por todo o país

  • Milhares apoiam a reeleição de Ahmadinejad




A ANTIGA PÉRSIA




  • Eleições democráticas com forte engajamento popular

  • Grande exportador de petróleo

  • Guardião da cultura islâmica

RELIGIÃO DO IMPÉRIO PERSA: ZOROASTRISMO




  • Pregada pelo profeta Zoroastro (ou Zaratustra)

  • Livro sagrado: Zend-Avesta (hinos que comentam sobre o Deus criador, Ormuz-Mazda)


  • (século VI a.C.)
  • Defende o dualismo divino, com Ormuz-Mazda, divindade representando o bem e Arimã, representando o mal

  • Acredita no juízo final, na vinda de um messias e no paraíso




OCUPAÇÃO MILITAR




  • No século VII, os árabes dominam a Pérsia e introduzem o islamismo

  • Após o império mongol, a Pérsia foi fragmentada entre as etnias locais e centralizou-se novamente como província turca otomana

  • Em 1827, a Rússia domina o norte da Pérsia




IMPERIALISMO OCIDENTAL




  • Em 1872, o Xá Nasir-Al-Din, entregou as manufaturas estatais, a expansão da rede ferroviária, a exploração dos recursos minerais e a irrigação das fazendas ao barão inglês Paul Julius de Reuter

  • A dinastia Al-Din cedeu, em 1901, o direito de explorar petróleo na região a William Knox d’Arcy (recebendo 16% dos lucros) que revendeu este direito a Anglo-Persian Oil Company (futura Britsh Petroleum)

  • Em 1905 ocorreu uma revolução constitucionalista, através da aliança do Bazaar (comerciantes) e instituições muçulmanas, surgindo um parlamento

  • Entre 1912 e 1933, a Anglo-Persian Oil Company, reuniu lucros de 200 milhões de libras na pérsia, no qual o governo persa recebeu apenas 16 milhões de libras em comissões

  • O mercado de petróleo, na primeira metade do século xx, era dominado pelas sete irmãs (Exxon, Texaco, Mobil Oil, Gulf Oil e Standard Oil of California (americanas), British Petroleum (inglesa) e Shell (anglo-holandesa)




A DINASTIA PAHLEVI




  • Em 1921, o oficial de cavalaria Reza Khan Pahlevi, lidera um golpe de Estado, derrubando a dinastia Qajar


  • Em 1925, Reza Khan Pahlevi exige que o parlamento o nomeasse Xá da Pérsia

  • Recebe o apoio britânico e moderniza o país, com portos, estradas e hospitais
  • Em 1935 o país passa a ser chamado de Irã




POLÍTICA DO “GRANDE JOGO”




“O PLAYBOY”




  • Reza Khan Pahlevi deixa o trono para seu filho Mohammed Reza Pahlevi, educado em Londres

  • A URSS anexa o Azerbaijão




OPERÁRIO DO PETRÓLEO




  • Salário de 0,50 centavos de Rial por dia

  • Vilarejos insalubres sem energia elétrica e água encanada

  • Tetos dos barracos, feitos de barris de petróleo, enferrujavam




NACIONALISMO





  • Em 1951, o Majilis (parlamento) nomeia Mohammed Mossadegh (1951 – 53) primeiro-ministro
  • com apoio do Majilis (parlamento) nacionalizou o petróleo iraniano

  • Boicote econômico britânico

  • Crise econômica: queda do consumo e desemprego

  • Mossadegh não realizou a reforma agrária prometida, perdendo apoiou popular




IMPERIALISMO OCIDENTAL: “OPERAÇÃO AJAX”




  • Patrocinada pela CIA (EUA)

  • Milhares de iranianos subornados, marcham à casa de Mossadegh e este renúncia

  • A Anglo-Iranian Oil Company teve seu capital dividido entre cinco empresas americanas, uma holandesa e uma francesa




TIRANIA DO XÁ REZA PAHLEVI




  • Aproximação com o ocidente

  • Tolerância com o jogo, álcool em bebidas e prostituição chocam os muçulmanos xiitas

  • Práticas brutais da Savak (polícia secreta), principalmente sobre os Úlemas, levam o líder da oposição, Aiatolá Khomeini, para o exílio (1964)

  • Os Úlemas, estudiosos das leis islâmicas, eram ativistas sociais, preocupavam-se com a pobreza e com a ocidentalização do Irã




REFORMAS DO XÁ PAHLEVI: REVOLUÇÃO BRANCA




  • Pequena reforma agrária nas terras dos Úlemas e concessão do direito de voto às mulheres




CRIAÇÃO DA OPEP (1960)




  • Cartel que pretende unificar a política petrolífera, centralizando a administração das atividades, através da política de preços e volume de produção

  • É claro que [o preço do petróleo] vai aumentar, certamente, e como...; vocês [países do ocidente] aumentaram o preço do trigo vendido a nós em 300%, o mesmo ocorreu com o açúcar e com o cimento...; vocês compram nosso petróleo bruto e nos vendem ele de volta beneficiado na forma de produtos petroquimícos, por uma centena de vezes o preço que vocês o compraram...; seria no mínimo justo que, daqui para frente, vocês paguem mais pelo petróleo. Poderíamos dizer umas 10 vezes mais. (Xá Reza Pahlevi, New York Times, 1973)




RENDA DO PETRÓLEO




  • Celebração dos 2.500 anos do império persa (1971), em Persepólis, dispendeu US$ 300 milhões, com uma tonelada de caviar e 200 chefs vindos de paris

  • O PIB cresceu 33,9%, entre 1973-74 e 41,6%, entre 1974-75




MILITARIZAÇÃO




  • Compra de armas no ocidente torna-se obssessão do governo (entre 1972 – 78, os EUA venderam US$ 12 bilhões em armas para o Irã)

  • 25% do PIB investido em armas


  • As forças armadas contavam com 500 mil homens



CONCENTRAÇÃO DE RIQUEZA




  • 45 famílias dominavam 85% da renda nacional (1978)




AGITAÇÃO




  • Greve geral, em janeiro de 1978, paralisa 2 milhões de trabalhadores (exige democracia e distribuição de renda)

  • Em setembro de 1978, 33 dias de greve, no setor petrolífero, paralisa o país e provoca perdas de 74 milhões de dólares diários




1978- 79




  • 178 membros da elite transferem US$ 1 bilhão ao exterior

  • O Xá Pahlevi envia outro bilhão para os EUA




REVOLUÇÃO ISLÂMICA




  • As mesquitas transformam-se em centros de debate e organização das manifestações

  • 18 mil Mulás transmitem para os clérigos muçulmanos do interior (saias) as diretrizes das manifestações

  • A religião islâmica foi o elemento catalisador da revolução

  • O Xá Reza Pahlevi abandona o país em janeiro de 1979

  • “o povo não pode ter liberdade em excesso, pois já mostrou que não merece esta benção que concedi” (Xá Reza Pahlevi)

  • Chapour Bakhtiar, assume como primeiro ministro




1/2/1979




  • 5 milhões de pessoas recebem o Aiatolá Khomeini, que retorna ao Irã após 15 anos no exílio

  • O Aiatolá Ruhollah Khomeini anuncia a República Islâmica do Irã




REPÚBLICA ISLÂMICA




  • Dança e cinema considerados anti-islâmicos

  • Censura aos meios de comunicação

CRISE IRANIANA DOS REFÉNS (1979 – 81)




  • Seguidores de Khomeini mantiveram presos na embaixada americana 52 reféns, por 444 dias

  • O presidente dos EUA, Jimmy Carter, tentou salvar os reféns, mas os helicópteros enviados enfrentaram uma tempestade de areia no deserto de tabas e falharam

  • A crise foi solucionada logo após a eleição nos EUA do presidente Reagan




GUERRA IRÃ-IRAQUE (1980 – 1988)

  • O Iraque invade o Irã, tentando dominar o canal Shatt Al-Arab




TEMOR IRAQUIANO




  • A nação Curda, residente no norte do país, poderia lutar pela soberania

  • A maioria xiita do país poderia tomar o poder político

  • Saddam Hussein, presidente do Iraque, autoriza o bombardeio sobre os curdos com produtos químicos




GOVERNO REAGAN (1980 – 88)




  • Apoiou o regime iraquiano de Saddam Hussein, na guerra contra o Irã

  • Mas, discretamente, o governo dos EUA vendeu também armas para o Irã

  • Objetivos: esgotar a economia dos dois países e impedir a propagação do fundamentalismo islâmico

SALDO DA GUERRA




  • Cessar-fogo (armistício), organizado pela ONU foi assinado em 1988

  • 1.500.000 mortos (300.000 iraquianos)

  • Dívida externa iraquiana atinge US$ 77 bilhões (US$ 50 bilhões com países do Golfo, US$ 27 bilhões com EUA)




CONTENÇÃO DO EXPANSIONISMO REVOLUCIONÁRIO ISLÂMICO




  • Perdas com a guerra contra o Iraque

  • Morte do Aiatolá Khomeini (3/6/89)

  • O Aiatolá Ali Khamenei, confidente de Khomeini e presidente do Irã, torna-se o chefe supremo do país

  • O Aiatolá Ali Akbar Hashemi Rafsanjani é eleito presidente do Irã (1989 – 97)

  • Associado a empresários do país e considerado moderado em relação ao Islão e EUA

  • Em 1997 é eleito com 70% dos votos Muhammad Khatami (1997 – 2005), filósofo reformista do Islão

  • Suas reformas foram abortadas pelo conselho dos guardiões da revolução

  • Estudantes protestaram e foram reprimidos




DIÁLOGO ENTRE CIVILIZAÇÕES




  • No funeral do papa João Paulo II, Khatami sentou-se ao lado do primeiro-ministro de Israel (Moshe Katsav) e foi muito criticado no Irã

SHARIA (UNIÃO ENTRE RELIGIÃO E DIREITO POLÍTICO)




  • Assassinato, estupro, adultério, roubo a mão armada e tráfico de drogas são passíveis de serem punidos com a pena de morte

  • Proibido música ocidental

  • Mulheres devem cobrir totalmente seu corpo com o xador (preto), não podem usar batom, maquiagem e nem deixar aparecer uma mecha de seu cabelo




DITADURAS




  • Período do Xá: apenas política

  • Período dos Aiatolás: religiosa (cultural)




ELEIÇÃO DE MAHMOUD AHMADINEJAD (2005)




  • 61% dos votos

  • Doutor em Engenharia Civil

  • Primeiro presidente da revolução não-clérigo, mas religioso e ultraconservador




IRÃ NO “EIXO DO MAL”




  • O Irã volta a enriquecer urânio e Ahmadinejad afirma que o país tem o direito de dominar o ciclo nuclear (armas nucleares no Irã?)

  • Em 2005 afirmou que Israel será “riscada do mapa” e recentemente declarou que os israelenses são racistas




IRÃ, GUARDIÃO DO ISLÃ




  • País consolida sua posição de guardião muçulmano e estímula o pan-islamismo

  • O Irã é acusado de financiar o Hezbollah no Líbano e o Hamas, na faixa de gaza

  • Hizbollah, milícia e partido político islâmico, lutou contra a invasão de Israel no Líbano




HAMAS







Do'stlaringiz bilan baham:


Ma'lumotlar bazasi mualliflik huquqi bilan himoyalangan ©hozir.org 2019
ma'muriyatiga murojaat qiling

    Bosh sahifa